A desinsetização em hospitais é realizada por empresas especializadas, que seguem as normas estabelecidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O controle deve ocorrer frequentemente, pois as pragas urbanas possibilitam a transmissão de fungos e bactérias resistentes a antibióticos, causando infecções hospitalares.

Formigas, ratos, baratas e moscas podem transmitir doenças, desencadear alergias e ainda causar estresse psicológico em hospitais. Além da questão de saúde, quando o ambiente não recebe o monitoramento adequado contra as pragas urbanas, há risco de danos a equipamentos e à rede elétrica do hospital.

Algumas situações favorecem o surgimento e a proliferação de insetos e roedores em hospitais como elevado fluxo de pessoal, entrada de alimentos e outros materiais, janelas e portas abertas, resíduos de alimentos, infiltrações e goteiras, ralos abertos, frestas e rachaduras.

As formigas são atraídas por substâncias químicas e materiais esterilizados. Por isso, podem contaminar amostras e interferir no resultado de exames. Já as moscas são atraídas pelo cheiro de sangue e podem depositar larvas na pele de pacientes acamados, causando infecções. Os pombos também oferecem riscos a pacientes ao transmitir micoses e dermatites através de fezes.

As áreas de cuidados de pacientes como apartamentos, centros cirúrgicos, enfermarias e Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) devem ser desinsetizados no mínimo uma vez por ano. Mas, todos os ambientes precisam ser inspecionados constantemente por profissionais habilitados.

Controle integrado de pragas

O controle integrado de pragas é bastante eficiente para manter hospitais longe de pragas urbanas, pois a cada ocorrência são investigadas as características biológicas das pragas e os fatores ambientais que favoreceram o aparecimento desses animais.

Assim, há um monitoramento do local por meio de planilhas e diminui a utilização de produtos químicos. A Biotrat observa as fontes de acesso, abrigo, alimento e água para tomar medidas preventivas e realizar o controle químico adequado.

Conheça o nosso trabalho: www.biotratsaneamento.com.br

A vida urbana propicia a proliferação de pragas, que se aproveitam de abrigo e alimento para se reproduzirem. Esses animais oferecem uma série de riscos à saúde quando se instalam em indústrias em geral: farmacêutica, química, autopeça, alimentícia e de embalagem. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) estabelece normas para empresas fabricantes, verificando o processo de produção e técnicas até o consumo final.

A desinsetização periódica em indústrias alimentícias está prevista na Resolução – RDC Nº 52, de 29 de setembro de 2014. Trata-se do conjunto de ações eficazes no controle de pragas urbanas, além de outros microrganismos, em nível que não comprometa a qualidade do alimento.

Por exemplo, a Anvisa não admite nenhum fragmento de barata, mosca e formiga em qualquer tipo de alimento. Já fragmentos de roedores e outros microrganismos têm níveis de tolerância, como:

– 50g de canela em pó – 100 fragmentos de insetos

– 100g de produto de tomate – 1 fragmento de pelo de roedor

– 25g de café torrado moído – 60 fragmentos de insetos

Para seguir as normas, é necessária a contratação de empresa especializada em controle de pragas, pois é um trabalho de alta responsabilidade e risco. O uso de inseticida e raticida nestes ambientes é extremamente cauteloso e deve respeitar as normas e locais de aplicação.

A empresa especializada em desinsetização deve estabelecer os procedimentos pré e pós tratamento para evitar a contaminação de equipamentos, utensílios e alimentos. Saiba que, a empresa contratante é co-responsável por qualquer problema referente à contaminação alimentar ou intoxicações de colaboradores ou clientes.

A Biotrat realiza o controle de pragas em níveis satisfatórios, oferecendo segurança e qualidade na adoção de medidas preventivas e corretivas. Para a desinsetização periódica em indústrias alimentícias, identificamos os fatores que estão favorecendo a instalação, permanência e crescimento de pragas.

Entre em contato conosco: biotratsaneamento.com.br

Empresas de alimentação precisam fazer desinsetização, desratização e limpeza periódica de  caixa d’água. Essas são algumas das diversas exigências da Vigilância Sanitária para proteger a saúde das pessoas afetadas pela atividade, pois o consumo de alimentos contaminados provoca diversas doenças.

Problemas relacionados à limpeza e à manipulação de alimentos podem interditar o funcionamento das empresas de alimentação, lojas que comercializam alimentos, supermercados e outros tipos de estabelecimentos.

Padarias, cantinas, lanchonetes, bufês, confeitarias, restaurantes, cozinhas industriais e cozinhas institucionais deve efetuar desratização e desinsetização (dedetização de insetos), no mínimo, a cada seis meses. O serviço de desinsetização (dedetização) prestado pela Biotrat controla a incidência de insetos rasteiros ou voadores. O serviço deve ser realizado somente por empresas credenciadas. Além disso, janelas, portas e demais aberturas devem ser dotadas de sistema de proteção contra a entrada de vetores ou pragas.

As empresas de alimentação devem ser abastecidas com água tratada ou de sistema alternativo, como poços artesianos. No caso de sistema alternativo, a água deve ser analisada a cada seis meses. O preparo dos alimentos e do gelo só deve ser feito com o uso de água potável. Os micróbios patogênicos e parasitas podem ser transmitidos por meio da água, por isso é importante utilizar água tratada.

A caixa d’água desses estabelecimentos deve estar conservada, tampada, sem rachaduras, vazamentos, infiltrações e descascamentos. A caixa d’água também deve ser higienizada, no mínimo, a cada 6 meses. Não limpar a caixa d’água 2 vezes ao ano e não deixá-la tampada, infecta a água tratada. Com o tempo, a caixa d’água cria crostas, nas quais os micróbios ficam acumulados e contaminam a água. A empresa de alimentação é obrigada a apresentar semestralmente um documento que ateste que a água utilizada é potável.

A Biotrat oferece soluções para que empresas de alimentação se adequem às normas sanitárias. Conheça nossos serviços e solicite um orçamento: (41) 3351-1943 ou 3351-1974.

Conheça 7 plantas que afastam insetos e saiba como usá-las para diminuir a incidência de pragas.

Eles incomodam muita gente, principalmente no verão. Mas o que pouca gente sabe é que existem plantas que afastam insetos. Moscas, mosquitos, pernilongos, e pragas de jardim como pulgões e lagartas irão diminuir em sua casa se você plantar algumas delas.

Mas lembre-se:

Em épocas de epidemia de dengue no país, não confie apenas nas plantas que afastam insetos. Água parada, zonas sombrias, úmidas e com calor são fatores propícios para a proliferação de mosquitos como o Aedes Aegypti. Então previna-se!

 

PLANTAS QUE AFASTAM INSETOS

Algumas plantas possuem odor que incomoda os insetos, apesar de para nós serem agradáveis ao olfato. Plantando algumas delas em locais estratégicos da casa ou jardim, você poderá diminuir consideravelmente a incidência de insetos no local.

 

CONHEÇA 7 PLANTAS QUE AFASTAM INSETOS

ALFAZEMA

Espalhe maços de alfazema pela casa para repelir traças, pulgas, moscas e mosquitos. Antigamente a alfazema era usada até para repelir escorpiões.

 

CAPIM-LIMÃO

Parente da citronela, o capim-limão também é um repelente de mosquitos. Extraia seu óleo essencial e espalhe pela casa com um pano úmido.

 

MANJERICÃO

Vasos com manjericão são ótimos repelentes para moscas e mosquitos. E você ainda terá como bônus sempre à mão um ótimo tempero.

 

ALECRIM

O alecrim espalha seu aroma por toda casa, e na primavera solta uma infinidade de flores azuis. É um ótimo repelente para mosquitos.

 

LOURO

Folhas de louro espalhadas pela casa são repelentes naturais contra moscas.

 

ORÉGANO

O orégano é um repelente para várias pragas e fornece cobertura de solo e umidade para pimentas. Assim como o manjericão, é também um ótimo tempero.

 

CRISÂNTEMOS

Ótimos repelentes de baratas, formigas, carrapatos, traças, pulgas, percevejos e ácaros. O crisântemo contém peritroides, composto usado nos inseticidas em spray.

 

CONTE COM A BIOTRAT PARA DESINSETIZAÇÃO DE SUA CASA

O serviço de desinsetização da Biotrat controla a incidência de insetos rasteiros e voadores. Serviços de desinsetização devem ser feitos sempre por empresas certificadas. A Biotrat trabalha com os melhores produtos e profissionais especializados.

Eliminamos as pragas urbanas sem prejudicar o meio ambiente, garantindo a segurança dos profissionais e dos clientes.

Saiba mais aqui e solicite um orçamento!

 

fonte:

https://www.greenme.com.br/como-plantar/3446-18-plantas-repelir-insetos-casa-jardim

Além dos animais, as doenças transmitidas por carrapatos atingem também o homem.

Você tem cachorro, gato ou outro animal de estimação em casa? Então fique atento às doenças transmitidas por carrapatos. Isso mesmo, esses parasitas atacam mais de um hospedeiro, e podem transmitir doenças aos humanos também.

Os carrapatos estão no segundo maior grupo de importância como agentes de doenças infecciosas. Portanto, sempre que encontrar carrapatos em seus animais de estimação, ou andar por florestas e mata fechada, redobre a atenção.

 

DOENÇAS TRANSMITIDAS POR CARRAPATOS:

BABESIOSE CANINA

É causada pelo protozoário Babesia canis, que provoca infecção dos glóbulos vermelhos dos cachorros e anemia grave. No homem, a infecção ocorre através do Babesia microti, e já foram registrados inúmeros casos.

Não existe vacina contra a babesiose canina, portanto a melhor forma de prevenção é o controle da infestação.

 

FEBRE MACULOSA

É transmitida pela picada do carrapato infectado. Os sintomas nos seres humanos são febre alta, dor de cabeça e dores musculares. A partir do quarto dia surgem manchas rosadas nas extremidades, tronco, rosto e pescoço.

Por conta dos sintomas iniciais muito semelhantes aos da gripe, alguns pacientes demoram para procurar tratamento. Quando a doença evolui para o quadro mais grave, é fatal em 80% dos casos.

 

DOENÇA DE LYME

Mais comum nos Estados Unidos, a infecção pode atingir vários órgãos, como a pele, o sistema nervoso, coração e articulações. Nos humanos ainda pode causar lesões eritematosas na pele, ao redor da picada.

 

COMO PREVENIR DOENÇAS TRANSMITIDAS POR CARRAPATOS

Como não existem vacinas no Brasil contra as doenças transmitidas por carrapatos, a melhor forma de prevenção é o controle da infestação destes parasitas. O controle deve ser feito através da desinsetização por empresas especializadas, e uso de produtos veterinários nos animais.

 

CONTE COM A BIOTRAT

O serviço de desinsetização da Biotrat controla a incidência de carrapatos, insetos rasteiros e voadores. Serviços de desinsetização devem ser feitos sempre por empresas certificadas. A Biotrat trabalha com os melhores produtos e profissionais especializados.

Eliminamos as pragas urbanas sem prejudicar o meio ambiente, garantindo a segurança dos profissionais e dos clientes.

Saiba mais aqui e solicite um orçamento!

 

fonte:

http://www.merial.com.br/donos_caes/solucoes/carrapatos/Pages/doencas_carrapato.aspx

Manter o restaurante desinsetizado e dentro das normas da vigilância sanitária é obrigação para quem quer se manter nessa área.

O sucesso de qualquer estabelecimento no ramo gastronômico passa pela higiene. Por isso manter um restaurante desinsetizado é item obrigatório para os gestores nessa área.

No Brasil, quase 5% das internações no SUS são relacionadas a infecções intestinais, que podem estar relacionadas a alimentos contaminados em restaurantes.

O risco da contaminação de alimentos pela presença de pragas em um restaurante é muito elevado. Muitas dessas pragas são vetores de doenças como difteria, disenteria, salmonelose e tuberculose.

RESTAURANTE DEDETIZADO DE ACORDO COM A RDC nº 216

A Resolução de Diretoria Colegiada RDC nº 216 é quem rege o controle de pragas em restaurantes. Ela se aplica para todos os serviços que realizam atividades de cozinhas institucionais, restaurantes, lanchonetes, cantinas e demais estabelecimentos que envolvam alimentos.

Qualquer empresa que possua restaurante, lanchonete ou algo similar em sua estrutura deve realizar o controle de pragas.

A legislação inclui ainda todos os detalhes do processo dos alimentos, desde a edificação, aquisição, manipulação, armazenagem e fornecimento dos alimentos.

Muitas vezes as pragas se instalam do lado de fora do restaurante e invadem o estabelecimento em busca de comida. Os ambientes externos listados na Resolução são:

– redes de esgoto

– rede de água pluvial

– calhas elétricas

– vegetação

– fontes de água

– habitações

– depósitos de lenha, entulhos, pedras e lixo

 

COMO PREVENIR

Algumas medidas preventivas auxiliam na manutenção da higiene em um restaurante dedetizado:

– limpeza periódica da caixa de gordura, que deve ser vedada

– atenção à umidade e matéria orgânica em decomposição

– limpeza diária do ambiente no final do turno

– movimentar geladeiras, fogões e bancadas para eliminar os resíduos acumulados

– vedação de frestas e rachaduras no piso, paredes e teto

– realizar a dedetização a cada 3 meses com empresa especializada

 

NORMAS PARA DESINSETIZAÇÃO

Quanto aos serviços de desinsetização, o controle de pragas da ANVISA diz que:

“Quando da aplicação do controle químico, a empresa especializada deve estabelecer procedimentos pré e pós-tratamento, a fim de evitar a contaminação dos alimentos, equipamentos e utensílios”.

CONTE COM A BIOTRAT PARA MANTER SEU RESTAURANTE SAUDÁVEL E ATIVO

A Biotrat é especializada no controle de pragas urbanas e atua no mercado desde 1997.

Para atender as normas da vigilância sanitária fornecemos todos os laudos necessários, como:

– Certificados de garantia;

– Laudos técnicos para controle de pragas;

– Certificações e licenciamentos, como alvará de funcionamento, licença sanitária e licença de operação ambiental.

Veja mais aqui!

 

Elimine as pragas de verão, limpe e desinfete a caixa d’água, dedetize e desratize sua empresa ou residência com 30% de desconto.

As pragas de verão nos incomodam mais nesta época do ano por conta da elevação das temperaturas que geram um aumento de mosquitos, ratos, cupins, traças, baratas, aranhas e escorpiões. Como este é um período de maior consumo de água, também é recomendável fazer a manutenção e limpeza da caixa d’água para evitar transtornos.

Sabendo disso, a Biotrat lança novamente a campanha de verão que deixa os serviços de desinsetização, desratização e desinfecção da caixa d’água ainda mais acessíveis, oferecendo tranquilidade, qualidade de vida e saúde para sua família.

Veja os serviços e vantagens para contratar a Biotrat.

Com o “Combo Verão” você contrata com 30% de desconto os serviços de desinsetização, desratização e desinfecção da caixa d’água e garante a eliminação das pragas de verão neste período em que esses bichos aparecem com maior incidência.

 

O serviço de dedetização, ou desinsetização, é usado para eliminar pragas de verão, como baratas, mosquitos, aranhas, carrapatos, percevejos e escorpiões. Com o aumento da temperatura, esses bichos aparecem com mais frequência causando incômodos, bem como podem infectar alimentos e a água, e, até, transmitirem doenças.

Sabemos que todo o cuidado é pouco quando falamos sobre as pragas de verão, embora pareçam inofensivos, estes bichos podem prejudicar e ocasionar sérios danos à saúde e até levar a pessoa a óbito, como é o caso da aranha marrom (http://www.biotratsaneamento.com.br/dica/ataques-animais-peconhentos-crescem/), que tem uma picada bem venenosa e do escorpião-amarelo (http://www.biotratsaneamento.com.br/dica/escorpioes-gostam-clima-quente/) cujo veneno pode levar uma criança à morte.

A empresa Biotrat é certificada pelo ISO 9001, conta com um quadro de profissionais especializados para identificar o problema e utilizar a melhor técnica em cada situação. Aproveite que esta promoção é por tempo limitado!

Entre em contato agora por aqui e garanta seu lar ou escritório livres destes bichos.

Vendas:  (41) 99207.4545

Fontes:

http://www.biotratsaneamento.com.br/dica/ataques-animais-peconhentos-crescem/

http://www.biotratsaneamento.com.br/dica/escorpioes-gostam-clima-quente/

Em 2017 o Paraná já registrou 9.851 casos de acidentes com animais peçonhentos até setembro. E com a chegada do calor este número tende a aumentar.

O Paraná registra 35 casos de ataques de animais peçonhentos diariamente. Somente este ano, 5.624 pessoas foram picadas por aranhas. 1.236 por abelhas, e 924 por escorpiões. E com a chegada do verão e dos dias mais quentes, esses números tendem a aumentar.

Curitiba lidera as estatísticas. Já no interior, as cidades com maior número de casos são Foz do Iguaçu, Irati, Colorado, Maringá, Cascavel e Apucarana. Almirante Tamandaré, na região metropolitana de Curitiba, registrou 109 picadas de aranha entre janeiro e setembro.

Esses números levaram a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) a emitir um alerta sobre animais peçonhentos. A orientação é, em caso de picadas, procurar auxílio imediatamente.

O Centro de Controle de Envenenamentos do Paraná (CCE) presta serviço de atendimento 24 horas. Através do telefone 0800 410 148, a população e os profissionais de saúde podem buscar orientação em casos de acidentes com animais peçonhentos.

A orientação fornecida pelo telefone pode fazer a diferença, já que a rapidez na administração do soro antiveneno é fundamental para salvar a vida da vítima. Os atendentes estão preparados para identificar a gravidade do caso e encaminhar para a unidade de emergência mais próxima.

Os antivenenos estão disponíveis em 22 regionais da Secretaria de Estado da Saúde no Paraná. No total, são 212 centros de referência para aplicação dos soros no estado.

COMO SE PREVENIR DE ACIDENTES COM ANIMAIS PEÇONHENTOS

– Não acumule lixo e entulho, que servem de abrigo e facilitam a proliferação de animais peçonhentos;

– Mantenha limpos e cortados os jardins e quintais;

– Vede frestas e buracos em paredes, assoalhos, forros e rodapés;

– Utilize telas, vedantes ou sacos de areia em portas, janelas e ralos;

– Examine calçados e roupas antes de usá-las;

– Afaste camas e berços das paredes, e não deixe que lençóis ou cobertores sobre a cama encostem no chão. Aranhas e escorpiões podem utilizá-los como apoio para subir e se abrigar entre tecidos e travesseiros;

– Use calçados e luvas nas atividades rurais e de jardinagem;

– Em caso de dúvidas, ligue para o Centro de Controle de Envenenamentos do Paraná, no 0800 410148.

– Faça a desinsetização com empresas especializadas.

 

CONTE COM A BIOTRAT

A Biotrat oferece serviço de desinsetização para controlar a incidência de insetos rasteiros e voadores. Os alvos biológicos da desinsetização são escorpiões, aranhas, baratas, carrapatos, percevejos, entre outros insetos.

Saiba mais aqui e solicite um orçamento!

Os mosquitos parecem inofensivos, mas matam mais pessoas por ano do que muitos animais mais assustadores.

De qual desses animais você tem mais medo: leão, crocodilo, tubarão ou mosquito? Provavelmente os mosquitos tenham ficado por último na lista. Mas se considerarmos o número de mortes causadas por cada um deles, os pequenos insetos estão em primeiro lugar.

Mosquitos são 180 vezes mais letais do que leões, crocodilos e tubarões juntos. Eles causam mais de 750 mil mortes por ano em todo o mundo. O recém-lançado documentário “Mosquito”, do canadense Su Rynard, alerta sobre esse risco.

Entre as principais doenças transmitidas por mosquitos estão a zika, a malária, a dengue e o vírus do oeste do Nilo. Em 2016, a Organização Mundial da Saúde (OMS) reconheceu emergência médica pelo aumento dos casos de zika no mundo. Aqui no Brasil vivemos de perto o drama da evolução dessa doença, transmitida pelo Aedes Aegypti.

O vírus da zika afeta as mulheres grávidas, e um em cada dez recém-nascidos sofre danos cerebrais. Já a dengue é a doença transmitida por mosquitos que se espalha mais rápido pelo mundo, com 50 a 100 milhões de novas infecções por ano.

Os especialistas entrevistados no documentário alertam para uma possível pandemia mundial causada pelos mosquitos. Mais de 2,5 bilhões de pessoas estão atualmente expostas à zika. O tratamento desse número de pessoas custaria mais de 500 bilhões de dólares.

Com o mundo globalizado e as mudanças climáticas, os vírus originários da África, Ásia e Ibero-américa conseguem sobreviver em climas menos propensos para os insetos.

Antigamente, ovos e larvas dos insetos morriam ao congelar no inverno do hemisfério norte. Mas com invernos cada vez mais quentes, os ovos passaram a sobreviver. E com eles, o risco de infecção.

As doenças originárias no hemisfério sul são transmitidas por quatro espécies de mosquito; Aedes albopictus (o mosquito Tigre Asiático), Culex, Anopheles Gambiae e Aedes Aegypti.

Além das doenças transmitidas pelos mosquitos, a proliferação destes insetos traz também riscos ambientais. Fumigações com químicos, feitas de maneira descontrolada, também matam borboletas, traças e outros animais, causando desequilíbrio na natureza.

CONTE COM A BIOTRAT

Serviços de desinsetização devem ser feitos sempre por empresas certificadas. A Biotrat trabalha com os melhores produtos e profissionais especializados. Eliminamos as pragas urbanas sem prejudicar o meio ambiente, garantindo a segurança dos profissionais e dos clientes.

Saiba mais aqui e solicite um orçamento!

 

 

fonte:

https://goo.gl/92hy2p

Confira dicas para evitar acidentes com escorpiões e outros animais peçonhentos e o que fazer em casos de picadas.

Os nascidos em Escorpião são determinados e decisivos. O Escorpião é um grande líder, sempre consciente das situações, e também se destaca na engenhosidade.

O problema é que o aracnídeo também é engenhoso, e peçonhento. Em 2017 já foram 924 registros de acidentes com escorpiões só no Paraná. No ano passado foram registrados no Estado 14 mil casos de acidentes com animais peçonhentos, incluindo aranhas e serpentes.

O Governo do Paraná alerta para os cuidados na prevenção e no atendimento imediato da vítima. A chefe da Divisão de Vigilância em Zoonoses e Intoxicações, Tânia Costa, orienta que é muito importante ter atenção especial com ambientes quentes e úmidos.

Confira algumas dicas para evitar acidentes:

– Não colocar as mãos em tocas, buracos na terra, ocos de árvores e montes de lenhas;

– Observar sempre as roupas, sapatos, toalhas de banho e roupas de cama antes de usá-los;

– Afastar camas e berços das paredes, e não deixar lençóis e cobertores encostados no chão. Escorpiões, aranhas e outros animais podem usá-los como apoio para escalar a cama e abrigar-se sob os travesseiros e tecidos.

Em caso de picadas, o ideal é procurar atendimento médico o mais rápido possível.

O Governo do Estado mantém em Curitiba o Centro de Controle de Envenenamentos do Paraná. Através dele, profissionais de saúde e a população em geral podem orientar-se sobre o diagnóstico e tratamento dos acidentes, e outras informações. O serviço tem atendimento 24 horas.

CONTE COM A BIOTRAT

A Biotrat oferece serviço de desinsetização para controlar a incidência de insetos rasteiros e voadores. Os alvos biológicos da desinsetização são, além dos escorpiões, aranhas, baratas, carrapatos, percevejos, entre outros insetos.

Saiba mais aqui e solicite um orçamento!

 

fonte:

http://bandnewsfmcuritiba.com/parana-registra-924-acidentes-com-escorpioes-so-neste-ano/